Ponto eletrônico digital: tudo que você precisa saber para implementar

Ponto eletrônico para colaboradores

O ponto eletrônico digital é uma ferramenta que utiliza da tecnologia para facilitar o dia a dia de colaboradores e empresários. Entenda o porquê!

O ponto eletrônico é uma revolução no controle de horário dos colaboradores, proporcionando maior eficiência e precisão para o setor de Recursos Humanos. Neste artigo, responderemos a algumas perguntas importantes sobre o tema, esclarecendo o que é o ponto eletrônico,  como ele funciona e os diferentes tipos de sistemas disponíveis. Se você é um profissional de RH em busca de modernizar o controle de frequência na sua empresa, continue a leitura e saiba mais sobre essa inovação!

O que é ponto eletrônico digital?

O ponto eletrônico digital é uma ferramenta tecnológica que substitui os antigos registros manuais de entrada e saída do trabalho. Trata-se de um sistema moderno e seguro para controlar a jornada dos colaboradores, registrando de forma eletrônica os horários de entrada, saída e intervalos, além de permitir o acompanhamento em tempo real.

Como funciona o ponto eletrônico digital?

O funcionamento do ponto eletrônico digital é simples e eficiente, pois os colaboradores registram suas entradas e saídas em um dispositivo eletrônico, como um smartphone, tablet ou relógio de ponto específico. Esses registros são armazenados em um sistema centralizado, acessível ao setor de RH, permitindo a gestão das informações de frequência de forma prática e segura.

Quais os tipos de sistemas eletrônicos?

Existem diferentes tipos de sistemas de ponto eletrônico digital disponíveis no mercado. Os principais são:

Relógio de Ponto Biométrico:

Relógio de Ponto Biométrico:

Utiliza a leitura da impressão digital para identificação do colaborador. É uma opção segura e evita fraudes.

Aplicativos de Ponto:

São instalados em smartphones ou tablets, permitindo que os colaboradores registrem o ponto por meio desses dispositivos.

Reconhecimento Facial:

Utiliza a câmera do dispositivo para fazer o reconhecimento facial do colaborador no momento do registro do ponto.

Cartão de Proximidade:

O colaborador utiliza um cartão de identificação para registrar o ponto, aproximando-o de um leitor específico.


Vantagens do ponto eletrônico digital

Precisão nos registros:

Elimina a possibilidade de erros nos registros de horário, assim evitando atrasos e problemas de controle de frequência.

Redução de custos:

Diminui a necessidade de impressão e armazenamento de comprovantes de ponto físicos, economizando recursos dessa forma.

Controle em tempo real:

Permite ao RH acompanhar a jornada dos colaboradores em tempo real, facilitando a gestão da equipe. Dê adeus ao tratamento manual da folha de ponto.

O que diz a lei?

O Decreto Nº 10.854/2021, também conhecido como Marco Regulatório Trabalhista Infralegal, foi publicado em junho de 2021 com o objetivo de promover a modernização e simplificação das normas trabalhistas no Brasil. Ele faz parte de uma série de medidas adotadas pelo governo para desburocratizar o ambiente de negócios e trazer mais segurança jurídica para as relações de trabalho.

Portanto, o principal objetivo do Marco Regulatório Trabalhista Infralegal é promover uma regulamentação mais clara, objetiva e de fácil compreensão das leis trabalhistas. O decreto visa eliminar redundâncias, revisar normas obsoletas e trazer maior clareza para os empregadores e empregados, assim facilitando o cumprimento das obrigações trabalhistas.

As regras de registro de ponto evoluíram no decorrer do tempo. Contudo, antes eram regulamentadas pelas Portarias 1510 e 373, que foram revogadas e até então tratavam do uso de sistemas eletrônicos de ponto e alternativos. Porém, com a nova Portaria 671, expedida pelo Ministério do Trabalho e Previdência (MTP) em novembro de 2021, todas as formas de registro de ponto foram consolidadas nos modelos oficiais de Registradores Eletrônicos de Ponto (REP) como o REP-C, REP-A e REP-P.

Modelos oficiais de ponto eletrônico

  1. REP-C (Registrador Eletrônico de Ponto Convencional): Dispositivo simples e econômico para registro de ponto. Permite o uso de cartões magnéticos, senhas ou crachás de proximidade.
    • Vantagens: facilidade de uso e integração com sistemas existentes. 
    • Desvantagem: não possui biometria, podendo ser menos seguro em relação a outros tipos.
  1. REP-A (Registrador Eletrônico de Ponto – Conjunto de Equipamentos e Programas): Sistema avançado que inclui leitores biométricos ou de reconhecimento facial, além de softwares de controle de ponto.
    • Vantagens: alta segurança na identificação dos funcionários e integração com sistemas de RH. Proporciona relatórios detalhados.
  1. REP-P (Registrador Eletrônico de Ponto via Programa): Sistema moderno e versátil, permitindo registros de ponto via aplicativos em dispositivos móveis ou computadores.
    • Vantagens: flexibilidade, possibilita registros remotos e comodidade para colaboradores. Agiliza a gestão de registros e a contabilização da jornada.

Como ir além do ponto eletrônico para aumentar a eficiência da gestão operacional?

Muitas empresas procuram a Nexti quando sentem a necessidade de evoluir de uma solução de registro de ponto para um ecossistema completo para gestão do capital humano. 

Com um sistema de gestão de jornada da Nexti, as empresas têm confiança na precisão e integridade dos registros de ponto, pois o sistema registra com exatidão as marcações de entrada, saída e intervalo dos funcionários utilizando o Carimbo de Tempo (Time Stamp). Além disso, a plataforma oferece recursos como notificações de ausência, lembretes de esquecimento, gestão de horas extras, gerenciamento de escalas de trabalho e relatórios completos, que auxiliam na documentação necessária para evitar possíveis litígios trabalhistas.

A tecnologia desenvolvida pela Nexti desempenha um papel fundamental em auxiliar as empresas a alcançarem segurança jurídica em relação aos processos trabalhistas. Conheça o caso de sucesso de um de nossos maiores clientes que, com mais de 60.000 funcionários, reduziu em mais de 90% o volume médio de processos trabalhistas por funcionário e em mais de 70% o valor médio dessas causas. 

Isso só foi possível, porque, além do registro do ponto eletrônico, as soluções oferecidas pela Nexti simplificam e automatizam a gestão da jornada de trabalho, facilitando o cumprimento das exigências legais e minimizando a ocorrência de erros e falhas nos registros.

Conclusão

O ponto eletrônico digital é uma ferramenta indispensável para modernizar e tornar mais eficiente o controle de horário dos colaboradores nas empresas. Ademais, com diferentes tipos de sistemas eletrônicos disponíveis, é possível escolher aquele que melhor se adequa às necessidades da organização.

Ao adotar o ponto eletrônico digital, o RH ganha em precisão, agilidade e conformidade com a legislação, além de proporcionar aos colaboradores um método de registro mais prático e seguro. Portanto, considere essa inovação para aprimorar a gestão de frequência na sua empresa e otimizar os processos do setor de Recursos Humanos. A modernização é o caminho para um RH mais eficiente e alinhado com as demandas do mundo corporativo atual.

Compartilhe
Leia também